15.3.14

Iberê Camargo - O Carretel

Está na Fundação Iberê Camargo a exposição “Iberê Camargo – O Carretel – Meu personagem”.  A exposição apresenta o desenvolvimento da temática do carretel dentro da trajetória de Iberê Camargo. Quando Iberê Camargo introduziu os famosos carretéis em suas pinturas e gravuras, deu início a um embate obsessivo com o objeto resgatado da própria infância, que se estenderia por quase 30 anos.
 
No período entre os anos 1950 e 1980, o gaúcho ofereceu sua maior contribuição como artista moderno. Um legado que, assim como os carretéis, até hoje tende a escapar às tentativas de encaixá- lo em movimentos ou compará-lo aos pares de seu tempo. É esse sentido de reavaliação o que oferece a nova exposição, dedica-se à fase em que Iberê criou uma assinatura para si.
Com seus carretéis, Iberê alcançou maturidade artística. A produção de Iberê gerou diferentes interpretações. Ele foi considerado abstrato informal, abstrato geométrico e, por fim, um artista que expressava gestualmente a memória e o drama da existência.
A atual exposição visa justapor pinturas e gravuras com a intenção de provocar um desequilíbrio à estrutura crítica ao qual os Carretéis têm sido submetidos, sugerindo uma ênfase na questão da repetição da forma ao ponto de reconsiderá-la, em toda sua ambiguidade entre o lúdico e o melancólico, signo do próprio ser.









 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos Gestante

Gestante Renata e Rafael -  Locação Veleiros do Sul - Porto Alegre